A contribuição japonesa para a cultura pop do Brasil

0
76
A contribuição japonesa para a cultura pop do Brasil

Naruto, Dragon Ball e Jaspion. Com certeza você já assistiu ou ao menos já ouviu esses nomes. Eles fazem parte das produções japonesas que nós, brasileiros, tivemos acesso por meio da televisão, internet, mangás, livros e entre tantas outras mídias ao longo dos anos. A cultura pop japonesa, inclusive, faz parte da nossa vida com costumes, hábitos e até registros civis. Segundo Nelson Akira Sato, presidente da Sato Company, distribuidora de conteúdos japoneses, o sucesso de Jaspion no final dos anos 80 e início dos 90 foi tanto que hoje diversas pessoas que se chamam Jaspion por conta da série criada em 1985 no Japão e transmitida pela primeira vez no Brasil em 1988 pela extinta TV Manchete.

Pela grande contribuição que a comunidade japonesa trouxe ao Brasil em diversos âmbitos, não apenas o cultural, existe o Museu da Imigração Japonesa, na Capital, que proporciona um acervo com mais de noventa e sete mil pertences aos imigrantes japoneses, como documentos diversos, fotos, jornal, microfilmes, livros, revistas, filmes, vídeos, discos, quadro de pinturas, utensílios domésticos e de trabalho, além de kimonos, que registram a história desses imigrantes aqui no Brasil.

Toshi Egashira e Nelson Sato no Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil. - DIVULGAÇÃO / SATO COMPANY
TOSHI EGASHIRA E NELSON SATO NO MUSEU HISTÓRICO DA IMIGRAÇÃO JAPONESA NO BRASIL. (CRÉDITO: DIVULGAÇÃO / SATO COMPANY)

No meio desse acervo próprio do museu, está em exposição permanente o acervo da Sato Company. O nono andar da exposição é dedicado às influências culturais que o Japão teve no Brasil, desde os anos 50 até os dias atuais, por meio de séries de TV, animes, mangás, cosplays, culinária e tecnologia.

A exposição da Sato Company conta com itens como edições raras de mangás, rolo 35mm da película original de “Akira” (1988), os capacetes originais (Júpiter, Saturno, Marte, Mercúrio, Lúcifer), usadas na série “Cybercoop — Os policiais do futuro” e alguns Action Figures originais, armaduras de tokusatsu como a do Ninja Jiraiya, de Kamen Raider e Jaspion. Em breve, chegará ao Museu a armadura original de Jaspion, vindo da famosa produtora Toei, produtora das incríveis séries japonesas.

Se interessou? Para se aventurar no universo japonês, existem duas opções: o tour virtual e a visitação presencial. Para o tour virtual, basta acessar o site www.bunkyo.org.br/br/museu-historico e clicar em “museu virtual”. Já para a visitação presencial é necessário entrar em contato direto pelo telefone (11) 3208-1755. O Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil fica na rua São Joaquim, 381, no bairro da Liberdade, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui