Vereador Tabosa acusa ex-prefeito da Capital de transformar Proinc em casa da luz vermelha

0
65
Vereador Tabosa acusa ex-prefeito da Capital de transformar Proinc em casa da luz vermelha

O vereador Marcos Tabosa (PDT) questionou o seu colega de parlamento e líder da prefeita Adriane Lopes (Patriota) na Câmara Municipal, Beto Avelar após discurso elogiando a prefeita por ter divulgado a lista do Proinc (Programa de Inclusão Profissional), afirmando que cobraria mais transparência do Executivo sobre as ações deste importante programa que atende pessoas em vulnerabilidade social.

“Só agora vossa excelência pede transparência? Agora que a vaca está no brejo e todo esquema foi descoberto? Após vários pedidos de informações dos vereadores professor André Luís e Marcos Tabosa há mais de um ano e sempre negado? Após ser descoberto que o Proinc foi transformado num verdadeiro bacanal da casa da luz vermelha vocês querem transparência”, questionou.

Tabosa seguiu contando que agora que vazaram as informações que no Proinc, tem influencer, neta não sei de quem, músico e principalmente mulheres que o ex-prefeito Marquinhos Trad se serviu sexualmente e as nomeou no programa. “O Proinc é um projeto bonito, mas o que Marquinhos fez com ele é inadmissível”, ressalta.

O parlamentar lembrou ainda que para bancar o programa são necessários R$ 8 milhões por mês. “O Executivo Municipal vem sistematicamente alegando que não tem dinheiro para pagar a insalubridade dos servidores da saúde. Nega também o pagamento da periculosidade da Guarda Municipal e concedeu apenas 10% de reajuste salarial para os servidores públicos parcelados em duas vezes. A denúncia é de que o ex-prefeito Marquinhos Trad vinha usando os contratados do Proinc como cabos eleitorais na sua tentativa de eleição ao governo do Estado”, afirma o vereador estranhando o pedido de transparência líder da prefeita Beto Avelar.

“Prefeita não entendo essa proteção que a senhora dá para seu antecessor. Os servidores massacrados e pessoas ficando 3 anos no Proinc, um programa sério que foi banalizado, o que faremos com ele, mudamos ou trocamos o comando, colocamos gente séria lá, agora ouvir que vai ter transparência, é uma brincadeira. Campo Grande está doente e a culpa é sua Marquinhos Trad”, finalizou

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui