Libaneses são homenageados pelo vereador Tabosa na Câmara Municipal

0
45

A comenda que leva o nome do empresário “Ueze Zahran” foi outorgada à comunidade libanesa na noite desta segunda-feira, dia 13, na Câmara Municipal em sessão solene destinada aos integrantes desta comunidade que se destacaram e contribuíram de maneira significativa para o desenvolvimento de Campo Grande. O vereador MarcosTabosa (PDT) honrou os libaneses Edson Carlos Contar e Gabriel Gandi Zahran Georges pelos relevantes serviços prestados a Campo Grande.

Ueze Zahran é filho de imigrantes libaneses, fundador do Grupo Zahran, nasceu em Bela Vista, em 1924, e deixou um legado de empreendedorismo aliado à responsabilidade social e ambiental. Foi presidente da Rede Matogrossense de Comunicação (RMC), afiliada da TV Globo, nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e também da Copagaz. Faleceu em 27 de dezembro de 2018.

A presença e influência dos libaneses na cultura, gastronomia e estilo de vida dos brasileiros são significativas e remontam a várias décadas. A imigração libanesa para o Brasil teve início no final do século XIX e início do século XX, e desde então, os libaneses têm desempenhado um papel importante na diversidade cultural do país. Em Mato Grosso do Sul, em especial, Campo Grande sua presença foi significativa. Aqui estão alguns aspectos nos quais a contribuição libanesa é notável:

GASTRONOMIA:

Comida Árabe: [p1] A culinária libanesa, com suas especiarias, ervas, azeite de oliva e pães, tem se integrado profundamente à culinária brasileira. Pratos como kibe, esfiha, tabule, homus e kafta tornaram-se populares em restaurantes e nas casas dos brasileiros, refletindo a riqueza da tradição gastronômica libanesa.

CULTURA E TRADIÇÕES:

Festas e Celebrações: Muitas tradições e festivais libaneses foram incorporados às celebrações brasileiras. O Natal, por exemplo, muitas vezes inclui pratos tradicionais libaneses nas mesas dos brasileiros.

Danças e Música: Danças folclóricas e músicas tradicionais libanesas são frequentemente apresentadas em festivais culturais e eventos. Isso contribui para a diversidade artística do país.

NEGÓCIOS E COMÉRCIO:

Empreendedorismo: A comunidade libanesa no Brasil é conhecida por seu espírito empreendedor. Muitos libaneses e seus descendentes têm estabelecido negócios bem-sucedidos em diferentes setores, contribuindo para a economia do país.

INTEGRAÇÃO SOCIAL:

Comunidade Ativa: A comunidade libanesa no Brasil é ativa em várias esferas sociais, culturais e filantrópicas. Isso contribui para a coesão social e para a promoção da diversidade.

INFLUÊNCIA NA MODA E ESTILO DE VIDA:

Vestuário e Moda: Elementos da moda libanesa, como padrões de bordado e tecidos, têm influenciado a moda brasileira. Além disso, a presença libanesa pode ser observada em certos costumes e tradições familiares que afetam o estilo de vida dos brasileiros.

A influência libanesa na cultura brasileira é um exemplo da riqueza da diversidade étnica e cultural do país. Essa integração ao longo do tempo enriqueceu a identidade brasileira, resultando em uma nação multicultural e vibrante.

“É o reconhecimento dessa comunidade que tanto contribuiu com nossa sociedade, no comércio, na indústria, na agropecuária. Essas pessoas contribuíram muito com nossa cidade, com nosso desenvolvimento”, resumiu o vereador Marcos Tabosa ao indicar dois ilustres representantes da comunidade libanesa em Campo Grande.

EDSON CONTAR

Filho do libanês Eduardo Contar e Dª Carlinda Pereira Contar, é jornalista e turismólogo. Foi o precursor do turismo em Campo Grande e no Estado ainda uno.  Além das quatro primeiras agências de turismo no Estado, foi o primeiro Secretário Municipal do Turismo de Campo Grande por duas gestões, e também o primeiro presidente e diretor de operações da Empresa de Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul por 03 gestões. É escritor, memorialista, compositor, autor de livros didáticos, poesias e crônicas da cidade. Possui o título de Comendador da Ordem do Mérito do MS.   É nome de biblioteca do Instituto Mirim de CGR e dá nome ao troféu anual do turismo municipal que premia profissionais de destaque da área. Recebeu a Medalha do Centenário de Campo Grande e é bisneto do fundador José Antônio Pereira.

GABRIEL GANDI ZAHRAN GEORGES

Descendente de família libanesa de Majdal El Meouch, Gabriel Gandi Zahran Georges é administrador de empresas, e atuou na área de entretenimento e serviços, criando vários empreendimentos de sucesso, como restaurantes, bares e boates que foram palco da alegria de muitos campo-grandenses.


 [p1]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui