A palavra “dorama” é adicionada ao vocabulário da Academia Brasileira de Letras

0
33

A ABL adicionou em seu vocabulário o termo ‘dorama’ e sua definição causou debate entre os fãs das produções asiáticas

A Academia Brasileira de Letras (ABL) anunciou que o termo “dorama” foi adicionado em seu vocabulário oficial. Isso se deve ao fato do aumento do uso da palavra em território nacional, uma vez que diversas produções vindas, principalmente, do Japão e da Coreia do Sul, estão conquistando o público brasileiro através dos streamings.

Além de anunciar essa adição, a ABL já divulgou a sua definição para o termo, que é:

Apesar de ter comentários positivos na publicação sobre a adição da palavra, há também alguns que questionaram a definição dada pela ABL. Isso porque, seguindo esse sentido, as divisões que existem entre essas produções asiáticas, como os k-dramas, feitos na Coreia do Sul, e os c-dramas, produzidos na China, se tornam subcategorias do setor doramas, o que não é a realidade.

Existe uma grande discussão sobre como intitular as séries e novelas vindos de países asiáticos. O termo dorama deveria ser usado exclusivamente para se referir as produções japonesas, mas se popularizou muito no mundo ocidental como uma definição para qualquer produção vinda do leste asiático.

O que poucos sabem é que essa generalização traz à tona, pelo menos para os sul-coreanos, problemas que ainda não foram totalmente resolvidos com os japoneses. Isso porque, o Japão ocupou a Coreia entre 1910 e 1945, quando ela ainda era unificada. Segundo registros da época, o regime japonês no território teve muita violência e repressão cultural. Tudo que era original da Coreia foi barrada, incluindo nomes, arte e o próprio idioma.

Dessa forma, quando há uma generalização entre as produções atuais, mesmo que elas possuam características semelhantes, há esse sentimento por parte dos sul-coreanos, de que eles estão mais uma vez perdendo suas identidades.

Vale ressaltar que os k-dramas e as novelas e séries vindo de outros países do leste e sudeste da Ásia, surgiram, historicamente, por conta da influência dos doramas dos anos de 1950.

Em seu post, a própria ABL destaca que conforme os anos, as produções ganharam suas próprias marcas culturais, de acordo com seu país de origem, o que também não agradou muito os internautas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui