Descendentes japoneses são homenageados pelo vereador Marcos Tabosa na Câmara Municipal

0
20

O vereador Marcos Tabosa (PDT), em sessão solene, ocorrida na Câmara Municipal de Campo Grande na noite desta quarta-feira, dia 27, homenageou dois descendentes de japoneses com a Medalha Legislativa Haguemo Tomonaga, em comemoração ao Dia da Comunidade Japonesa. A vida e o legado dos empresários Paulo Tatsuo Otsuro e Marcos Shinzato jamais será esquecida com essa comenda instituída no município por meio da Lei 3.342/1997 e pelas Resoluções 1.191/14 e 1.273/18.

Como descendente de japoneses, Haguemo Tomonaga, além de vereador, era um grande médico conhecido por suas contribuições no campo da medicina. Ele é especialmente reconhecido por seu trabalho no tratamento de doenças infecciosas, dono de uma conduta ilibada e que honrou a comunidade japonesa em Campo Grande.

Ao entregar a Medalha Dr Haguemo Tomonaga a dois representantes da comunidade japonesa em Campo Grande, o vereador Tabosa enalteceu o papel dessa etnia na formação da Cidade Morena como uma presença significativa e uma história longa, pois a vinda dos japoneses para o Brasil data do início do século XX. O primeiro navio com imigrantes japoneses chegou em 1908, mais especificamente ao porto de Santos, em São Paulo. Inicialmente, a imigração japonesa foi impulsionada pela necessidade de mão de obra para as plantações de café.

Ao longo das décadas, a comunidade japonesa no Brasil cresceu e se espalhou por diferentes regiões do país. Atualmente, São Paulo abriga a maior concentração de descendentes de japoneses, especialmente nas cidades de São Paulo e na região conhecida como “Bairro da Liberdade”, que é conhecido por sua forte influência japonesa. Mato Grosso do Sul abriga a terceira maior comunidade do Brasil

A comunidade japonesa contribuiu significativamente para diversos setores, incluindo agricultura, indústria e comércio. Além disso, a cultura japonesa é celebrada e preservada através de festivais, eventos culturais e instituições dedicadas ao intercâmbio cultural entre o Brasil e o Japão.

A imigração japonesa também influenciou a culinária brasileira, introduzindo pratos como o sushi e o sashimi, que se tornaram populares em todo o país.

“Além dos aspectos culturais, a comunidade japonesa é ativa em organizações sociais, educacionais e empresariais, desempenhando um papel importante na sociedade brasileira. A presença japonesa no Brasil é um exemplo de como a diversidade cultural pode enriquecer e moldar as comunidades ao longo do tempo”, disse o vereador Tabosa.

PAULO TATSUO OTSURO

Brasileiro, casado – pai de cinco filhos e avô de 14 netos

Nasceu em Santo Expedito-SP. Migrou para Campo Grande no início do ano de 1980, onde constituiu família e construiu sua história de vida. Atuou em assessoria no ramo madeireiro, administrador de marcenaria, restaurador de móveis planejados e há 23 anos atua como empresário, sendo proprietário de uma marcenaria localizada no Jardim Marcos Roberto.

MARCOS SHINZATO

Nasceu de Campo Grande há 59 anos é divorciado e pai de dois filhos. Formado em Pedagogia, trabalhou com bancário e feirante. Ainda jovem iniciou no negócio do sobá na Feira Central com seus pais Koke Shinzato e Haruko Shinzato e está há mais de 30 anos desenvolvendo essa. Marcos Shinzato tornou-se uma expressiva liderança dos empresários locais, ocupando por várias oportunidades cargo na direção da associação sempre atuando para melhorar a vida dos empresários e das pessoas que visitam a Feira Central.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui