Tabosa convida secretário de governo para visitar o Hospital São Julião

0
34

Em reunião na manhã desta quinta-feira, dia 06, na presidência da Câmara Municipal, o vereador Marcos Tabosa (PDT) convidou o Secretário de Governo e Gestão Estratégica de MS, Pedro Arlei Caravina a fazer uma visita ao Hospital São Julião junto com o presidente da Casa de Leis Carlos Augusto Borges, o Carlão, e verificar de perto os problemas que entidade vem sofrendo com o descaso da Sesau.

Como parte do plano “Ano 1 de um novo ciclo de desenvolvimento”, o Governo Estadual lançou em maio o Programa ‘MS Saúde: Mais Saúde, Menos Fila”. O Programa prevê levar consultas, exames e cirurgias à população dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul e atender a demanda reprimida.

Na solenidade no Hospital São Julião, em Campo Grande, o governador Eduardo Riedel anunciou investimentos de R$ 45 milhões e outros R$ 7,9 milhões oriundos do governo federal.

Há mais de 20 dias, o vereador Marcos Tabosa vem denunciando na tribuna da Câmara Municipal que a Sesau, que tem no comando da pasta, o vereador licenciado Dr. Sandro Benites, a falta de compromisso e respeito com o Hospítal São Julião ao não repassar os recursos de serviços já realizados, bem como travar as emendas parlamentares da bancada federal destinadas para manutenção e atendimento às pessoas mais carente da cidade.

Em suas denúncias, o vereador Tabosa reclamou que a Sesau ainda não havia até desta data concluída a contratualização dos serviços que o Hospital São Julião realiza para o campo-grandense, tanto nas consultas e exames laboratoriais, como na realização de cirurgias eletivas.

Com uma história humanitária quase centenária de atendimento aos mais carentes, o Hospital São Julião está com suas atividades prejudicadas e corre o risco de ter que suspender seus atendimentos, já que atua quase 100% pelo SUS.

Para diminuir a pressão que vinha sofrendo da população e das autoridades competentes, como a Câmara de Vereadores, no início da semana, o secretário de Saúde, Dr. Sandro Benites organizou um evento público para firmar compromisso de contratualização dos serviços do Hospital São Julião, mas na verdade apenas ganhou tempo, pois não garantiu atendimento como estava ocorrendo, mantendo a situação preocupante com a saúde dos munícipes de Campo Grande.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui