André mostrou-se um visionário ao projetar obras que mudaram Campo Grande

0
62
André mostrou-se um visionário ao projetar obras que mudaram Campo Grande

Fim das favelas, abertura de grandes avenidas, retirada dos trilhos do centro, Camelódromo, “Feirona” e tantas outras ações fizeram de André um administrador que marcou o imaginário dos moradores de Campo Grande.

O agora candidato ao governo nas eleições de 2022, quando esteve à frente da prefeitura da capital (1997-2004), contabilizou 810 obras, todas numeradas em placas comemorativas.

André prefeito fez da construção de casas um dos símbolos de sua gestão. Foram entregues 17 mil moradias na capital, benefício direto para mais de 60 mil pessoas, considerando que cada família é composta por cinco ou mais integrantes.

“Esta é uma ação que muito me orgulha, pois víamos famílias morando de forma precária e perigosa, em casas insalubres, algumas em beira de córregos, onde faltava tudo. Agimos para modificar esse cenário e oferecer um espaço digno para aquelas pessoas. No fim do meu mandato, Campo Grande foi considerada a primeira capital brasileira sem favelas. Esse título me deixa muito orgulhoso”, diz André

Da mesma forma, o governador André (2007-2014) lançou projetos emblemáticos que só com o passar do tempo foram compreendidos em toda sua grandeza e importância para o progresso, o crescimento e desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. Entre os mais conhecidos estão o Aquário do Pantanal; o campus da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), com implantação do curso de medicina; a pavimentação da MS-010, no trecho Campo Grande/Rochedinho, e o acesso ao Aeroporto Santa Maria, na saída para Três Lagoas.

O Aquário do Pantanal, criticado em um primeiro momento, revelou-se, após sua inauguração, um poderoso instrumento de projeção do nome do estado no mundo inteiro, além de representar um enorme incentivo à indústria do turismo, à geração de empregos e ao desenvolvimento e crescimento do setor de serviços.

“O Aquário do Pantanal é hoje, e será sempre, o nosso eterno cartão postal. Cada pessoa que fizer uma selfie, que se fotografar com o Aquário ao fundo, levará com ela um pedacinho da nossa história, um pedacinho do nosso estado e, claro, um pedacinho de cada um de nós e da nossa cultura”, diz André.

O médico André foi também um governador atento aos problemas e necessidades da saúde. Atendeu Campo Grande nas seguintes realizações:

  • Construção do pronto-atendimento (PAM) e ampliação do bloco de manutenção do Hospital Regional;

Reformas

  • Prédio da Central Estadual de Transplantes;
  • Prédio do Banco de Leite do Hospital Regional.

Confira outras importantes obras realizadas quando André foi prefeito da Capital:

Infraestrutura

  • Construção do Contorno Ferroviário;
  • Anel viário de Campo Grande;
  • Duplicação do Anel Viário – Trevo Embrapa / Indubrasil;
  • Construção de Polos industriais (Indubrasil e Saída SP);
  • Recapeamento da Avenida Afonso Pena, do Círculo Militar ao Parque dos Poderes;
  • Revitalização da Av. Eduardo Elias Zahran (com implantação de canteiro central);
  • Prolongamento da Av. Ernesto Geisel com Viaduto (prox. ao bairro Cabreúva);
  • Revitalização da Lagoa Itatiaia;
  • Complexo Buriti – Lagoa (revitalização);
  • Complexo do Sóter;
  • Canalização e urbanização do fundo de vale – Córrego Anhanduí.

Pavimentação

  • Bairro Tiradentes (Av. Bom Pastor);
  • Av. Três Barras;
  • Acesso à UCDB;
  • Linhas de ônibus de diversos bairros.
  • Mobilidade urbana
  • Construção dos terminais de ônibus Nova Bahia, Guaicurus, Aero Rancho e Moreninhas;
  • Ampliação dos terminais de ônibus Morenão, Júlio de Castilho, Bandeirantes e General Osório;
  • Implantação de transporte público para Pessoa com Deficiência.

Saúde

  • Construção do Hospital da Mulher “Honória Martins Pereira”;
  • Construção de Policlínica na Cidade Morena.

Lazer e turismo

  • Construção da Feira Central;
  • Construção do Camelódromo;
  • Revitalização da Praça Oshiro Takimori (praça do índio em Frente Mercado Municipal);
  • Assistência social – Construções;
  • Centro Integrado da Criança e do Adolescente em diversos bairros;
  • Centro de Múltiplas Atividades no Buriti Lagoa e diversos bairros;
  • Centro de Múltiplo Uso: Aero Rancho, Zé Pereira;
  • Centros de Educação Infantil (Ceinfs), total de 19.

Educação

  • Informatização de 85 escolas (urbanas e rurais);
  • Construção de 23 escolas.

Empego e renda
Incubadoras em quatro bairros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui