O beabá do anime, mangá e outros termos da cultura pop japonesa

0
62
O beabá do anime, mangá e outros termos da cultura pop japonesa

Para os fãs mais apaixonados, talvez não faça tanto sentido. Mas se você está aqui é sinal que tem alguma dúvida sobre um termo ou outro que você esbarrou por ai e não sabia o que significava. 

Portanto, para ficar por dentro de todos os termos usados por personagens e fãs de animes e mangás, nós criamos o beabá deste universo para que você nunca mais fique boiando nos assuntos e nas rodinhas de conversas. 

Termos gerais

Mangá: palavra que define as histórias em quadrinhos feitas no estilo japonês. Diferente do estilo ocidental, no mangá a leitura é feita da direita para a esquerda. Ou seja, de trás para a frente

Anime: é qualquer animação produzida na Ásia. Essa palavra se refere a qualquer tipo de animação que venha do Japão, Coréias, China, etc.

Light Novel: são livros de romances publicados, com algumas páginas ilustradas e com vários capítulos em um único volume. 

Visual Novel: são jogos de texto, acompanhado de cenas, costumam ser romances. Jogos de relacionamento.

Eroge: jogos hentai, eróticos, muitas vezes visual novels.

Djinshi: é um termo japonês para publicações independentes, geralmente revistas, mangás ou romances.

Otaku: é um termo usado no Japão para designar um fã por um determinado assunto. No ocidente, a palavra é utilizada como uma gíria para rotular fãs de animes e mangãs no geral.

Otome: serve para generalizar o termo otaku para as mulheres, formando assim uma palavra feminina. porém isso é usado apenas no ocidente. Otome significa garota, pura, princesa.

O beab do anime, mang e outros termos da cultura pop japonesa

Termos usados em animes

Arco: é uma determinada fase do anime. A fase do Santuário em Os Cavaleiros do Zodíaco, é um exemplo. 

Temporada: período na qual se conta uma parte ou a história completa. Uma temporada pode ser feita de vários ou apenas um arco. 

Filler: é usado para denominar episódios (até mesmo arcos inteiros) inexistentes na série original do mangá, novel ou jogo. Geralmente são produzidos para impedir que a série de TV alcance as publicações atuais do mangá. Isso permite que a franquia ainda possa ser explorada comercialmente, mantendo sua popularidade – mesmo que nem sempre seja positiva.

OVA: é um formato de animação que consiste de um ou mais episódios de anime lançados diretamente ao mercado de vídeo (DVD e Blu-ray), sem prévia exibição na televisão ou nos cinemas japoneses. OVAs servem como complementos ou spin offs da história original, normalmente tem duração igual ou um pouco maior que a duração padrão de um episódio de anime (25 minutos), mas nunca alcança a duração de um longa-metragem.

OAD: episódio extra assim como OVA. Porém costuma vir juntamente com uma edição especial do mangá.

Seiyuu: são os dubladores originais de um anime.

Live action: são os filmes feito por atores reais. Samurai X, Dragon Ball e Avatar já tiravam produções nesse formato.  

O beab do anime, mang e outros termos da cultura pop japonesa

Termos usados para definir os gêneros de animes e mangás 

Kodomo: gênero de anime infantil como: Pokémon, Beyblade, Digimon, etc.

Shoujo: gênero de anime romântico como Your Name (2016), 5 Centímetros por Segundo (2007), etc. 

Shounen: gênero de anime de luta, pancadaria e violência seja ela leve ou não. Kengan Ashura (2019), You You Hakusho e Demon Slayer, são alguns exemplos. 

Josei: gênero de anime de romances mais maduros, podendo conter violência ou sexo como: Paradise Kiss, Nodame Contabile, Hataraki Man, etc. 

Seinen: gênero de anime ação, ficção científica mais adultos podendo conter violência ou sexo. Akira (1988), One Punch Man e Hokuto no Ken, são alguns exemplos. 

Mecha: gênero de anime em que um dos personagens principais são robôs ou ficam dentro de um robô e lutam, ou controlam com controle remoto, ou algo do gênero. Neon Genesis Evangelion, Mobile Suit Gundam e Knights of Sidonia, são alguns exemplos. 

Mahou Shoujo: gênero de anime com o mesmo sentido de shoujo, porém, com um tipo de personagem feminina jovem com poderes mágicos. Cardcaptor Sakura, Meninas Super Poderosas Gerao ZSailor Moon e  Guerreiras Mágicas de Rayearth, são alguns exemplos. 

Harém: gênero de anime que apresenta um personagem masculino ou feminino, que vive rodeado por várias personagens do sexo oposto. Sora No Otoshimono, Love Hina, e Rosario + Vampire, são alguns exemplos. 

O beab do anime, mang e outros termos da cultura pop japonesa

Termos de tratamento

Kawaii: é um adjetivo japonês que tem como significado: fofo, fofinho, bonito, bonitinho entre outros. É muito utilizado nos animes e mangás e por fãs desses gêneros.

San: significa senhor, senhorita, senhora. Tratamento respeitoso, quando não se tem intimidade com a pessoa.

Senpai: no japonês significa veterano. Quando usado junto ao nome, indica a aceitação de uma hierarquia.

Sama: significa vossa senhoria, tratamento respeitoso extremo, usado para evidenciar uma diferença hierárquica.

Kun: próprio para garotos, tratamento respeitoso equivalente a san. Pode indicar uma hierarquia quando o homem em uma posição de comando se aos seus subordinados.

Onii-tan: é um modo fofo de dizer irmão(a) mais velho(a) em japonês

Onii-chan: é a modo carinhoso de chamar irmão(a) mais velho(a) em japonês

Onii-sama: é o modo mais respeitoso de chamar irmão(a) mais velho(a) em japonês.

Tenha qualquer anime, longas japoneses, toksatsus e desenhos que marcaram sua infância em DVD ou Bluray. O Proibido Ler agora é parceiro da maior loja do segmento do País. Conheça a XD Animes e garanta e treine seu vocabulário com os melhores animes do mundo. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui