DE ORIGEM INCERTA AO DESAPARECIMENTO: 5 FATOS SOBRE O PODEROSO YASUKE, O SAMURAI NEGRO

0
59
DE ORIGEM INCERTA AO DESAPARECIMENTO: 5 FATOS SOBRE O PODEROSO YASUKE, O SAMURAI NEGRO

1. Origem

Até hoje, é incomum ver pessoas de pele negra andando pelo Japão, no século 16 menos ainda. Yasuke nasceu em um povo chamado macua, onde atualmente se localiza Moçambique. Historiadores ainda divergem acerca de sua origem e seu nome.

Yasuke pode ser a junção de Yao (povo buntu vindo de Moçambique) e suke (prefixo comum no Japão para designar um rapaz). Porém, pode ainda ser uma releitura com fonemas japoneses do nome Isaac, se ele fosse um cristão de origem etíope.

O africano não foi até a longínqua terra do sol nascente por vontade própria, na verdade ele era um criado de um padre jesuíta italiano chamado Alessandro Valignano, chegando na Ásia em 1579. Os jesuítas não foram muito bem na missão de catequizar os japoneses, que já tinham um sistema de crenças muito bem estabelecidos, então o que mais chamou atenção em toda trupe do italiano tinha sido justamente Yasuke.

Por conta do tom de sua pele e de sua altura — bem mais alto que a média do país —, ele atrai o foco de de Oda Nobunaga, um daimiô (lorde feudal) local que acreditava que a pele do africano tinha sido pintada de preto, mas ao pedir para ele se esfregar e ver que nada borrava, percebeu que ele era, de fato, daquele jeito.

3. Samurai

A força física do homem impressionava Nobunaga, que quis tê-lo como guarda-costas, e por provavelmente saber se comunicar bem em japonês, virou uma companhia agradável para o senhor feudal, que adorava conversar com seu segurança. Em questão de um ano, a confiança em Yasuke era tamanha que ele se juntou no mais alto escalão dos guerreiros do país, os samurai.

Representação artística de Yasuke / Crédito: Divulgação – Nicola Roos

O africano foi simplesmente o primeiro estrangeiro a ser agraciado com uma das maiores honras existentes na cultura japonesa, no ano de 1581. A partir daí, passou a ser o guarda do castelo de Nobunaga, inclusive sendo uma das poucas pessoas com permissão para comer ao lado dele em refeições.

4. Lutas e reconhecimento

Em um período conturbado da história japonesa, Yasuke esteve ao lado de Nobunaga em batalhas decisivas para a unificação do país, e o africano logo ganhou fama como um gigante guerreiro indestrutível: tinha quase um metro e noventa centímetros — enquanto a maioria dos japoneses não tinha sequer um metro e sessenta.

O daimiô Oda Nobunaga / Crédito: Wikimedia Commons

Foram diversas as batalhas que os dois combateram juntos conquistando praticamente o Japão todo, com a exceção de três clãs: Hojo, Chosokabe e Shimazu. E foi por meio desses três que a sua queda veio.

5. Golpe e desaparecimento

Um general, até então, apoiador de Nobunaga, sedento pelo poder, mandou um exército contra o atual líder e o trancou em um dos aposentos de seu castelo. Sem ter mais saída, decidiu cometer o suicídio ritual seppuku, com Yasuke ao seu lado. Antes de morrer porém, o japonês pediu que seu leal guerreiro levasse a sua cabeça e espada para seu filho.

Assim o fez, juntando-se ao herdeiro Nobunaga, tentando retomar o poder do país, mas não foi o suficiente. O africano, criado em costumes ocidentais, decidiu não se suicidar, e ofereceu lutar pelo lado vencedor, mas foi esnobado e mandado para o exílio. Depois disso, o resto de sua história permaneceu desconhecido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui