Nipo-brasileiros de Campo Grande celebram em grande estilo os 114 da imigração no Brasil e elegem sua miss nikkey

0
72
Nipo-brasileiros de Campo Grande celebram em grande estilo os 114 da imigração no Brasil e elegem sua miss nikkey

Em grande estilo, organização e com muito entusiasmo, a comunidade nipo-brasileira de Mato Grosso do Sul celebrou neste sábado, dia 18 de junho, os 114 anos da imigração japonesa no Brasil, na sede campo da Associação Esportiva e Cultural Nipo-Brasileira de Campo Grande), na saída para Três Lagoas, onde recebeu amigos, convidados e inúmeras personalidades das várias áreas da sociedade sul-matogrossense.

CULTO ECUMÊNICO

Para iniciar as festividades de celebração dos 114 anos da imigração no Brasil, por volta das 16h, a diretoria da AECNB, presidida por Nilson Aguena, realizou um culto ecumênico e depositou no monumento dos imigrantes uma coroa de flores para homenagear os primeiros japoneses que aqui chegaram abrindo caminho para esta numerosa comunidade nipo-brasileira que tanto contribui na formação da identidade sul-matogrossense.

Padre Paulo Vidal, diocesano da comunidade católica Sagrado Coração de Jesus, Márcia Hideko Saito, supervisora regional MS/MT da Seicho-no-ie e Roberto Oshiro, representando a Sukyo Mahikari proferiram mensagens de agradecimentos e reconhecimento da importância da comunidade nipo-brasileira no Brasil e em especial em Campo Grande-MS.

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

Uma extensa programação cultural, planejada pelo diretor Sussumu Oikawa foi organizada para receber a comunidade campo-grandense, marcando o início das festividades do 2º Festival do Japão, que vai ser realizado entre os dias 18 e 20 de novembro deste ano, bem como celebrar também os 103 anos da fundação da Associação Esportiva e Cultural Nipo-Brasileira de Campo Grande e sua enorme contribuição na vida social, econômica, esportiva e cultural da cidade.


Em seguida ao culto ecumênico iniciaram as atividades culturais com exaltação da cultura oriental através das artes de mangá e cosplay, exibição de artes marciais com espada, exposição artística de quimonos, espadas de samurai, ikebana, bonsai, origami, arranjos florais, praça de alimentação, entre outras atividades para celebrar a cultura nipo-brasileira.


Jovens da Associação Okinawa de Campo Grande animaram a plateia com rica apresentação de taiko, wadaiko e canto com Sanshin, comandado pelo diretor de cultura da AOCG, Cristian Proença. O show artístico foi comandado e animado pelo famoso cantor Nobuhiro Hirata, campeão por diversas vezes em concursos de karaokê no Brasil e no Japão.

HOMENAGENS

Em reconhecimento a enorme contribuição que a comunidade nipo-brasileira presta na formação e no cotidiano da vida sul-matogrossense, a Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul aprovou, por indicação do deputado estadual Renato Câmara, uma comenda legislativa destinada às personalidades da comunidade nipo-brasileira indicada por cada entidade representativa que receberam nesta celebração dos 114 anos da imigração japonesa no Brasil.


Pela Associação Esportiva e Cultural Nipo-Brasileira de Campo Grande, os homenageados foram: Luis Hiroshi Deai, Paulo Tuyosi Kinoshita e Acelino Sinjó Nakazato. Por indicação da Associação Okinawa de Campo Grande, os homenageados foram: Kendy Watanabe, Dirce Kimie Guenka e Eduardo Kanashiro. E, pela Associação Campograndense de Beisebol, os escolhidos à comenda foram: Yoshiaki Aratani, Massayuki Ishikawa e Joanilson Toshio Ishioka.

AUTORIDADES PRESENTES

Para um evento desta magnitude, inúmeras personalidades do mundo político, social e cultural foram convidadas para prestigiar e celebrar a importante data da comunidade nipo-brasileira no Estado, reconhecendo a importante participação dos descendentes de japoneses na formação da identidade da sociedade sul-matogrosense. Representando o governador Reinaldo Azambuja, compareceu Carlos Alberto de Assis, secretário de Estado; representando a Câmara Municipal de Campo Grande, o vereador João Rocha; da Prefeitura de Campo Grande, compareceu um representante da Secretaria de Cultura.


Compareceu ainda ao evento, o ex-governador e candidato nas próximas eleição ao governo do Estado, Dr André Puccinelli; o ex-prefeito de Campo Grande, Marcos Marcelo Trad; ex-senador Waldemir Moka; o casal de políticos Roberto e Dione Hasioka, ele ex-prefeito de Nova Andradina e ela ex-deputada estadual; Otacílio Sakai Jr, ou simplesmente Toshio Sakai, jovem liderança política da comunidade nipo-brasileira; Alvira Appel Soares de Mello, presidente da AFECETUR (Associação da Feira Central de Campo Grande), entre outras importantes personalidades da capital e de Mato Grosso do Sul.

MISS NIKKEY

O ápice do evento na celebração dos 114 anos de imigração japonesa no Brasil na AECNB foi a eleição da nova Miss Nikkey MS. Onze lindas candidatas todas descendentes de japoneses, entre a segunda e quarta geração desde a chegada dos antepassados que imigraram para o Brasil disputaram o cobiçado troféu e a oportunidade de representar o Estado no concurso nacional que ocorrerá em novembro deste ano em São Paulo. Foram elas: Alyne Mayra Matayoshi Akiyoshi, Aline Kinoshita Borges, Cindy Tiemi Honda, Camila Medeiros Gonda, Jessica Yumi Makimoto de Souza, Emily Emi Takeda, Luana, Namye Asato Vieira, Jackeline Saito Burgos, Priscila Midori Sumida Souza, Viviane Mayumi de Mello e Vanessa Mayumi Yoshida. Vencedoras das últimas edições não puderam participar.


Em 2018, a estudante de 21 anos Nathalia Monteiro de Carvalho Tanaka, de Nova Andradina – distante 300 quilômetros da Capital – foi eleita a Miss Nikkey Brasil. Foi a primeira vez que uma representante de Mato Grosso do Sul vence a etapa nacional da competição.

Sob o comando do tradicional apresentador de concursos de beleza oriental, Kendi Yamai, as candidatas desfilaram com três trajes para convencer jurados e plateia de seus objetivos: vencer o Miss Niekky MS.


Após os desfiles e entrevista com Kendi Yamai, os jurados votaram para eleger a jovem Viviane Mayumi de Mello como a nova Miss Nikkey MS. Votaram ainda para eleger como primeira princesa: Priscila Midori Sumida Souza e a segunda princesa: Cindy Tiemi Honda.


Às vencedoras prêmios e presentes e o agradecimento da comunidade nipo-brasileira de Mato Grosso do Sul pela coragem e determinação em enfrentar nas passarelas um concurso de beleza numa data festiva e importante para os descendentes de japoneses aqui radicados.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui