Honra, Comprometimento & Patriotismo

0
216
Honra, Comprometimento & Patriotismo

O pai do Vice-Almirante NORIAKI Wada, atual Diretor do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo, que era um jovem aviador naval na Marinha japonesa, na Segunda Guerra Mundial, e voluntariou-se para ser kamikaze.

Anos depois, já aqui no Brasil, escreveu duas cartas para serem abertas após sua morte: uma na qual contava sua vida para os filhos, e outra na qual pedia aos filhos que jogassem parte dos seus cabelos e das suas unhas no Pacífico, pois lá perdera todos os melhores amigos de sua juventude.

Depois do enterro, somente, as cartas foram abertas e os filhos “ficaram na onça”: como atender os desejos do amado pai se ele já havia sido enterrado?

Por sorte, encontraram um cortador de unhas, que tinha anexo um despenser com alguns pedaços de unhas, e alguns fios de cabelo do velho marinheiro aeronaval foram encontrados na sua escova.

Colocaram tudo num envelope e combinaram que o primeiro que fosse ao Pacífico levaria os restos para lá serem sepultados, como desejava o amado pai.

Acontece que Noriaki, na época Comandante da Escola de Aprendizes-Marinheiros de Pernambuco, em Olinda, recebeu um grupo-tarefa da esquadra japonesa, que estava em viagem passando pelo Brasil e aportou em Recife.

Contando a história de seu pai ao consul japonês e, com ele, ao comandante do navio, este prontificou-se de imediato a lançar os restos ao mar, conforme era o desejo manifestado pelo pai do então Comandante Noriaki.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui